Notícias

Crise de 1929: você sabe o que aconteceu com a bolsa de valores?

Você sabia que a crise de 29 foi um dos piores períodos nos Estados Unidos? De acordo com o empresário Vicente Conte Neto, essa crise teve um grande impacto não apenas neste país, como também no mundo inteiro, afinal, a moeda americana estava em circulação mundial poderosíssima naquela época. Continue esta leitura para entender melhor sobre este período e como ele afetou a bolsa de valores.

A destruição do sonho americano

Você conhece o “sonho americano”? Se você é ligado no que acontece na maior potência mundial, com certeza deve saber o que é! O sonho americano era a idealização de que os Estados Unidos estava crescendo economicamente, se tornando o maior país do mundo, então os americanos começaram a idealizar uma vida ótima que só existia nos Estados Unidos, devido ao seu forte desenvolvimento. 

Para Vicente Conte Neto, o sonho americano baseia-se no consumo de inovações, isto é, coisas novas, como automóveis elétricos, eletrodomésticos, roupas caras e até mesmo investir na bolsa de valores para fazer seu dinheiro render. Ainda que a pobreza existisse, o capitalismo americano estava girando conforme o planejado, porém, esse sonho americano não duraria tanto assim.

A queda da bolsa

Segundo Vicente Conte Neto, depois da primeira guerra mundial, os Estados Unidos emprestaram dinheiro americano para diversos países europeus poderem se reerguer e começar suas cidades novamente, afinal, estavam totalmente destruídos. Os Estados Unidos não parou de produzir produtos, até porque, o estilo de vida americano era baseado em consumo, então houve a superprodução, afinal, os países estavam preocupados em se reerguer, não em continuar comprando seus produtos.

Dessa forma, os produtos começaram a perder seu valor e a produção aumentava cada vez mais, mesmo que a exportação estivesse baixa. Com os juros baixos nos investimentos, cada vez mais pessoas passaram a comprar ações e investir na bolsa, porém, em 29 de outubro de 1929, a bolsa teve sua queda, fazendo com que cada vez mais pessoas tirassem seus investimentos de lá e os bancos não tinham dinheiro para devolver a eles.

Como está a estabilidade hoje?

O New Deal foi um plano arquitetado por Roosevelt, o então presidente da época. Ele tinha como propósito levantar os Estados Unidos e reconstituir o sonho americano, perdoando dívidas, queimando diversos produtos e diminuindo muitas produções, dando mais oportunidades de emprego e investindo na educação, fazendo com que o país voltasse a ser a potência que era antes. 

Para Vicente Conte Neto, Roosevelt foi uma das maiores figuras do país, fazendo com que muitos investidores não perdessem de fato seus investimentos e evitando muitos conflitos internos, até porque, a depressão estava tão grande no país que muitos investidores chegaram a se suicidar achando que seria o fim de seus investimentos, já que quase todos eles deixavam suas economias na bolsa de valores.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo